segunda-feira, julho 18, 2005


I'm an icecube

domingo, julho 17, 2005

Aha

- Aha, então quer dizer mesmo que não sou mais eu não é?
- Não, não mesmo. Você já sabia disso, não se faça de imbecil
- Ah, desculpe, eu estava tentando achar alguma coisa para preencher o vazio, mas só saíram imbecilidades.
- Mas como pode ser tão inútil??
- Bem.....eu não sei......se soubesse não estaria nessa conversa ridícula, e muito menos estaria perguntado isso a você.
- .......unf........
- Mas então, desde quando você acha?
- Acho o que?
- Que não sou mais eu, desde quando?
- Ah, mas quem tem que saber isso é você, trata sobre você, não seja tão dependente.
- Eu não era.
- E porque virou?
- Porque me perdi esqueceu? Não sou mais eu, como você disse.
- E eu posso fazer alguma coisa por você?
- Sei lá.......você tem essa postura tão.....segura, imponente, poderia saber.
- Bem, eu não sei, só sei que isso já virou uma palhaçada.
- É né? Desde a metade do ano passado aumentou.
- Deploravelmente.
- Que merda hein?
- Olha, já ta reclamando de novo, é só isso que você sabe fazer?
- Desculpe, estava tentando me achar.
- E conseguiu?
- Não.
- Puta que o pariu viu. E já pensou se eu posso fazer algo por você?
- Não sei bem ao certo, mas você poderia comprar um sorvete, me deixaria um pouco mais feliz.
- E você iria parar com esse sorriso fingido e abobado que ultimamente usa?
- Juro que vou tentar.
- Ta bom então, vamos até a sorveteria, quem sabe você volta a ser você no caminho.
- Obrigada Simon. Eu vou tentar.
- Do, or do not, there is no try.
- Dãããããr, chazão!!!!!!!
- Como pode??????????????????? Você é mesmo doente.
- Não, não sou mais eu, lembra-se?