sexta-feira, junho 16, 2006

Formulando

Ninguém fazia idéia do que ele fazia até tarde da noite todos os dias. Ninguém tinha noção de que na verdade, não havia nada e ao mesmo tempo havia tudo.

Não, ele não planejava dominar o mundo.

Sim, ele imaginava minuciosamente, cuidadosamente e psicopaticamente como iria fazer tudo aquilo. Seu show pessoal.

Não que ele se alimentasse apenas de idéias sórdidas e fedidas, mas ele tinha muito medo do que pensava, e ele sabia o quanto era perigoso.

Perigoso?
Para quem?
Talvez para ele mesmo. Não oferecia mais perigo que uma criança chata e patética do parquinho que poderia te jogar areia nos olhos. Iria arder na hora e te deixar com muita raiva, mas não era nada grave. Não era fatal.

E você iria ter vontade de esmagar a cabeça daquele pestinha freak. Porque ele era realmente doente.

Mas você não pode saber disso, porque simplismente não faz idéia do que ele faz até tarde da noite todos os dias. Você não pode saber como é sórdido, nojento e vomitável.

Ele chega a ter medo dele mesmo.


Então, talvez, ele nem seja tão doente assim.

quinta-feira, junho 15, 2006

Prévia

Existem pessoas que não respeitam a copa....

Para todas as outras, existe mastercard.

Patrocinador oficial da seleção brasileira, incluindo todas as suas atividades recreativas.


Aguardem.


...Juntando colaborações para
o melhor post do Brasil...

domingo, junho 11, 2006

Drain You



Um bebe diz a outro:
Tenho sorte por ter te conhecido
Eu não me importo com o que você pensa
a não ser que seja sobre mim
E é agora minha missão drenar você completamente
Uma viagem através de um tubo que termina na sua infecção

Mastigo sua carne para você
Passo para frente e para trás
Num beijo passional
Da minha boca para a sua
Porque eu gosto de você

Com os olhos tão dilatados eu me tornei sua pupila
Você me ensinou tudo
Sem uma maçã envenenada
A agua é tão amarela, eu sou uma estudante saudável
Endividada e tão grata
Eu sugo seus fluidos

Mastigo sua carne para você
Passo para frente e para trás
Num beijo passional
Da minha boca para a sua
Porque eu gosto de você

Você...Você...Você...Você...Você...

Um bebe diz a outro:
Tenho sorte por ter te conhecido
Eu não me importo com o que você pensa
a não ser que seja sobre mim
E é agora minha missão drenar você completamente
Uma viagem através de um tubo que termina na sua infecção

Mastigo sua carne para você
Passo para frente e para trás
Num beijo passional
Da minha boca para a sua
Úmidos, lábios contra lábios
Você é minhas vitamina
Porque eu gosto de você

Bem, cada caso é um caso. Então hajam como quiserem, mas sem suposições.

...Ele me puxou bem na hora. Bem a tempo. Em cima do segundo...

E é realmente perfeito estar respirando ao seu lado e poder ouvir sua respiração.

E o pulso, pulsa.

Os Coelhos

Vocês não iriam querer conhecer a menina dos fungos, oh não, realmente, ela tem fungos pelo corpo todo.
É realmente nojento.
E quando ela toma banho, põe as mesmas roupas.
É uma praguinha nojentinha, e o corpo dela, mais ainda. Ele decompõe-se a cada instante mais um pouquinho na boca dos fungos que comem a menina que não se importa em lavar a cara.

Mente. Pode fazer bem.

Então o homem fez a T.V, e daí a T.V existiu.
Então o homem fez a Zorra, e daí a Zorra existiu.
E eu? Eu nem sei porque, meu cérebro não presta mais. Ele não liga.
Não hoje.
Me deram remédio para funcionar no empurro.

Bom dia!
Bom dia.
Bom dia...

Mas eu sei que o Brasil não vai ganhar a copa. Não vai ganhar porque eu fiz macumba. Assim, se o Brasil descuidar um pouco dos gramados, talvez ele possa unificar-se e se tornar um país chave da União Européia.
É o que eu espero, afinal, estou apostando noites inteiras nisto. Para se fazer um omelete, é necessário quebrar alguns ovos.

Será que a menina encontra um colecionador de fungos? Não importa se ele gostar dele, está perto do dia dos namorados, seria tudo que ela precisa.
Um colecionador de fungos. Ele realmente iria adorar a menina esquisitinha, micosenta e cândida. Ela não era normal. Seria a namorada perfeita para ele, sabe? Lhe daria um vasto campo. Ele realmente a acharia a menina certa para o trabalho. Porque ele sabe o que é o melhor para ele.

E as pessoas continuam tentando permanecer durante a maior parte do tempo em lugares que não são delas. As pessoas e suas personagens. As pessoas desempenhando tão bem as personagens de quem queriam ser.

Sempre resta um.

Sempre resta um, mesmo que seja um número complexo para te foder em pleno segundo bimestre de vida escolar do ensino-médio vencido.

Ainda bem que já inventaram o instantâneo.

Ehhh...

Os coelhos são os animais mais perversos que existem.