quarta-feira, agosto 09, 2006

Mudando para melhor!

Você tem mais ou menos nove anos, está no mercado com sua mãe comprado o jantar, quando derrepente avista aquele super jogo novo, radical, legal e colorido.

Você fica louco, pula em volta do carrinho, faz uma voz doce e chorosa para tentar convencer a sua mãe. Faz promessas. Se ajoelha e pede por favor repetidas vezes, com toda a habilidade e talento que a vida lhe conferiu.

Então, sua mãe comovida, porém ainda um pouco desconfiada, lhe diz:

- Se eu comprar o jogo, você promete dobrar seu uniforme?

E você, confiante que sim, querendo acreditar naquilo e realmente acreditando que você o fará, responde sinceramente:

- Sim mãe! Eu prometo!

E mesmo querendo muito que fosse verdade, mesmo querendo muito dobrar o uniforme, você sabe que isso não vai acontecer.

- Ta bom! Ponha no carrinho, mas olhe, lembre-se de cumprir sua promessa.

-Uhu! Brigado mãe, eu juro que vou cumprir.

E sua mãe, feliz em ver sua alegria, acredita e quer acreditar, ela realmente quer acreditar que você vai dobrar o uniforme...Sua cria tão bonita e pura...

Mas você não vai. E ela também sabe disso.

E você não dobra. E ninguém lembra disso, ela vai te xingar por não dobrar o uniforme, vai te dar uma surra, mas não vai lembrar da promessa. Nem você.

E você nunca vai dobrar o uniforme, porque isso é para idiotas que cumprem as promessas que fazem às suas mães. E que lembram delas ainda por cima.

As pessoas nunca dobram o uniforme. Você conhece elas, e sabe disso. Elas não mudam, só falam em dinâmicas de grupo. E ainda por cima, falam o que leram em algum folheto, ou o que aprenderam em algum seriado americano que passa depois do almoço, engraçado e cheio de comoventes lições de vida.

Mesmo assim, ninguém vai dobrar o uniforme.

Você nunca vai dobrar seu uniforme.

Nunca.



- ... Talvez o pequeno príncipe dobrasse...

- ... O pequeno príncipe não existe. E ele não é uma pessoa...


- ... São hastes ...